Buscar

A Disputa


Embora seja difícil de admitir, todos nós, em algum momento, disputamos alguma coisa com alguém. Seja esse alguém conhecido ou não. Por exemplo, quem nunca disputou um lugar na fila? Na cadeira de um ônibus? A melhor cadeira na sala de cinema? Uma mesa mais afastada na praça de alimentação do shopping? A peça de roupa mais bonita da loja? A TV de última geração? E por aí vai...


Se pararmos para pensar, nossa vida é uma verdadeira disputa. Um dia ganhamos, no outro perdemos.


Em casa, a disputa é entre irmãos. Cada um acha que tem razão. No meio da disputa, estão as mães e os pais, tentando de tudo, para que os filhos deixem de lado essa disputa boba. Embora, os pais já tenham deixado evidente, quem está levando a melhor.


Em casa era assim: disputa intensa entre eu e minha irmã. Ninguém aliviava! Minha irmã foi embora de casa, e nunca descobri o placar da disputa... Outro dia, conversando com ela, disse que tinha certeza de ser o vencedor.


— Mentira, eu ganhei — rebateu ela.


— Não, eu ganhei — devolvi.


— Acho que não. Pelo que lembro, quando fui embora, você estava perdendo feio!


— Não era o contrário? Você foi embora perdendo feio!


Sem perceber, estávamos disputando mais um vez.

Receio ter ficado na desvantagem, porque minha irmã foi embora, mas meu irmão ficou para disputar comigo. Um dia, ele fez questão de usar uma grande quantidade de louça, só porque era minha vez de lavar. Fui reclamar para mamãe; levei a maior bronca. Só de raiva, no outro dia, fiz de tudo para as louças maiores ficarem todas sujas. Até bebi menos vitamina de abacate, só para deixar um pouquinho no copo do liquidificador; com certeza ele tomaria o resto e teria que lavar.


— Você nunca deixa nada pra mim. Só deixou porque vou ter que lavar! — reclamou.


— Já estava cheio da vitamina, pensei em dividir com você — argumentei.


A vida é uma eterna disputa. Hoje você ganha, amanhã você perde. Devemos tirar lições de cada uma delas. Seremos sempre eternos vencedores e perdedores nesta disputa.