Buscar

Embalagens


caixas, papelão, fita adesiva.

Está aberta a temporada de cestas de Natal! Nas ruas, cada um carrega a sua. Umas grandes, outras nem tanto assim... E tem aquelas pessoas que não ganham cesta e tem que comprar no mercado. Mas é a temporada delas.

Recebi a minha cesta já faz uns dias. Encapei-a quase toda com fita para levar embora. Tudo isso, por medo dela rasgar e cair todos os alimentos no chão! As embalagens não demonstram nenhuma confiança. Falo por mim, outras pessoas, parecem não se importar muito com esse detalhe, carregam a cesta como se carregassem uma sacola comum.

Não consigo confiar nas embalagens. Já faz um tempo, vi uma senhora perder boa parte dos alimentos de sua cesta. Chovia muito, a caixa rasgou, os alimentos se espalharam pela calçada, enquanto a senhora olhava de um lado para o outro, sem saber o que fazer. Fui uma das poucas pessoas que ajudaram a salvar alguma coisa da cesta daquela pobre senhora. Depois desse dia, decidi que, mesmo se for andar alguns metros com a cesta, vou reforçá-la de todas as maneiras. Ainda que algumas pessoas achem isso um exagero.

Mas quando se fala em embalagens, nem sempre peso significa que você deva reforçar a alça ou coisa do tipo. Certa vez, um simples pacote de batata palha, rasgou a sacola que eu carregava. Agora, imagine se eu vou confiar na caixa de uma cesta?

No entanto, tenho que admitir, que é um pouco de neurose minha. Os fabricantes devem pensar em tudo isso que eu falei na hora de montar as embalagens. Acredito que, com esses pensamentos em mente, essa semana, um homem resolveu sair na rua com duas cestas de Natal. Embarcou no trem tranquilamente, parecia estar de posse apenas de sua mochila... Fiquei observando a embalagem das duas cestas... Elas pareciam estar pedindo socorro. Mas isso, era eu que estava vendo. O seu dono não estava nem ligando para as embalagens. Apesar de estar carregando as cestas, ele não fez questão nenhuma de reforçá-las, pois, considerou que elas aguentariam a viagem até a sua casa...

A vida é assim também, muitas vezes enxergamos coisas que ninguém mais é capaz de enxergar. E muitas vezes enxergamos coisas demais, aí então, precisamos reforçar as embalagens.


Obrigado pela visita!

Não esquece de deixar seu like e comentário, é muito bom escutar você!



Até breve,

Vander Christian




2 comentários

Posts recentes

Ver tudo