Buscar

Janta


Lembro que uma vez, em pleno inverno, o relógio da sala de casa marcava dezenove horas e trinta, meu estômago dava cambalhotas de tanta fome, então, com a voz tranquila, mamãe falou:

— Vou preparar uma sopa com legumes e frango desfiado para nós jantarmos.

Fiz careta na mesma hora. Já estava cheio de comer sopa no colégio. Agora em casa também?

— Sopa não sustenta — argumentei. — Vou continuar com fome.

Ignorando o argumento, mamãe preparou a sopa. Tive que comer, não tinha outra opção.

Teve sopa nos outros dias daquele inverno. Quando o verão chegou, para não tomar tanto tempo, começou a ser servido farofa de ovos. Na minha opinião, aquilo estava longe de ser uma boa janta. Para mim, pouco importava se era janta ou almoço, tinha que ter arroz, feijão e carne.

Mas isso foi quando eu era criança. Depois de adulto, durante o tempo em que morei sozinho, qualquer coisa servia como janta. Até abacate com açúcar já foi chamado de “jantar”.

— Você já jantou? — quis saber mamãe.

— Sim.

Respondi torcendo para ela não perguntar o que tinha sido a minha janta.

Quando a pessoa mora sozinho tudo pode ser janta. Numa determinada semana, passei os cinco dias comendo aveia com banana. No fim de semana resolvi fazer uma janta de verdade. Na noite anterior já havia deixado um pedaço de jabá de molho na água para tirar o sal. Cheguei do serviço e já fui logo tratando de fritar o jabá. Finalmente, depois de muitos dias, ia ter uma janta digna. Não tive, me enganei. O pintor veio receber o dinheiro pelo serviço feito.

— O cheiro está ótimo.

A frase foi um convite. Dividimos o jabá frito. Arrisco dizer que o jabá foi pouco para nós dois. Não sobrou nada para o outro dia!

Estava explicado o motivo de mamãe só fazer sopa ou farofa de ovos. Ambas não deixavam ninguém com água na boca. Depois disso, decidi continuar fazendo qualquer coisa para as minhas jantas. Até mesmo uma sopa de legumes com frango desfiado.

Somos assim mesmo: reclamamos de certas atitudes de algumas pessoas, mas no dia seguinte, estamos fazendo as mesmas atitudes e ainda se achando cheio de razão.





 


Obrigado pela visita!



É sua primeira vez por aqui?

Faça seu cadastro e login no fim da página para deixar seu like e comentário (é rapidinho).



Se gostou, não deixe de compartilhar na sua rede social favorita, ficarei muito feliz com o carinho... :)



Até breve,

VANDER CHRISTIAN




#cronicas #relatos #cotidianos #janta #sopa #atitudes



2 comentários

Posts recentes

Ver tudo
Coloque o seu email abaixo e receba gratuitamente as atualizações do blog!

Obrigado pelo envio, agora você receberá um email sempre que tiver texto novo no blog