Buscar

O Futuro do Brasil


Eu tinha acabado de completar doze anos, quando ouvi aquela frase pela primeira vez. A voz da professora de história saiu suave, mas firme, do tipo que não deixa dúvidas.

— Vocês são o futuro do Brasil.

Embora a professora tenha dito a frase para todos os alunos, tive a impressão que ela falou exclusivamente para mim. Não consegui mais ficar tranquilo. O que a professora quis dizer com aquilo? Como assim, o futuro do Brasil? O que eu tinha que fazer?

Depois daquele dia, não consegui mais ficar confortável na aula de história. Tinha medo de ser cobrado pela professora. Os dias passaram e fui esquecendo o impacto daquela frase. De repente, na hora do almoço de domingo em casa, a voz da minha mãe pronunciou quase as mesmas palavras da professora:

— Você é o futuro. Não se esqueça disso.

Com certeza, não dava para esquecer. Eu estava recebendo uma tarefa de todos. E agora? Comecei a pensar em muitas coisas que poderia fazer já que eu era “o futuro”. Na busca por tentar entender o significado daquela frase, encontrei muitos jovens na mesma situação que a minha.

Sinceramente, não sei se fiz o suficiente para justificar a confiança da professora de história e da minha mãe, na missão de ser “o futuro”. Quando vejo a situação em que se nossa sociedade se encontra, tenho a sensação de que falhei na missão que foi dada. Talvez porque eu era jovem demais quando recebi a missão de ser o futuro de um país. Mas, ao mesmo tempo, reconheço que fica difícil fazer algo se nunca estive no comando de nada. Mesmo assim, tentei de todas as formas ser alguém que pudesse fazer a diferença em alguma coisa. Pelo menos tentei.

A verdade, é que para muitos, minha geração ficou marcada como a última que de fato respeitou os professores e os pais. Não sei se isso é verdade. Tomara que seja. Isso pode ser um importante ponto favorável para um cidadão que acha que fracassou como “o futuro do Brasil”.

Tenho a impressão que a frase utilizada pela professora de história e por minha mãe, não será mais utilizada. Acho que os professores de hoje têm medo do futuro. Acho que eles têm medo de dizer que os jovens de hoje serão o futuro do Brasil, pois um dia, quando alguém perguntar, dirão que essa geração ficou marcada pelo uso excessivo do celular em tudo. Também dirão que essa geração, infelizmente, é a que mais desrespeita o professor dentro da sala de aula.

É claro que eu posso estar errado quanto a essas possibilidades. É claro que eu posso estar falhando mais uma vez. No entanto, quando vejo nas redes sociais, tantos posts homenageando os professores pelo seu dia, não posso deixar de lembrar que o número de professores agredidos em sala de aula só aumenta. Será que postar uma homenagem é o suficiente para mudar isso?

Não sei. Talvez seja. Sei que, de certa forma, falhei na missão que me foi confiada. Reconheço isso. Mas, será que um dia, alguém dirá que falhou na missão de ser o futuro do Brasil?






Obrigado pela visita!


É sua primeira vez por aqui?

Faça seu cadastro e login no fim da página para deixar seu like e comentário (é rapidinho).


Se gostou, não deixe de compartilhar na sua rede social favorita, ficarei muito feliz com o carinho... :)


Até breve,

VANDER CHRISTIAN




#cronicas #relatos #futuro #brasil

#professores #jovens